No dia da posse de Obama, Bolsas asiáticas abrem em baixa

Índice Nikkei, de Tóquio, baixava 92,59 pontos (1,12%) e Kospi, de Seul, perdia 14,49 pontos (1,25%)

Agências internacionais,

20 de janeiro de 2009 | 01h01

No dia da posse do 44º presidente eleito nos Estados Unidos, Barack Obama, as Bolsas asiáticas abriram o pregão em baixa.   Veja também: Desemprego, a terceira fase da crise financeira global De olho nos sintomas da crise econômica  Dicionário da crise  Lições de 29 Como o mundo reage à crise    O índice Nikkei da Bolsa de Valores de Tóquio baixava 92,59 pontos (1,12%), 8.164,26. O segundo indicador, o Topix, que reúne todos os valores da primeira jornada, caía 5,42 pontos (0,66%), para 812,31.     O indicador Kospi da Bolsa de Valores de Seul perdia 14,49 pontos (1,25%), aos 1.136,16. Já o índice de valores tecnológicos Kosdaq subia 0,84 ponto (0,23%), aos 363,97.   O índice Hang Seng da Bolsa de Hong Kong perdia, na abertura do pregão desta terçça-feira, 485,59 pontos (3,64%), aos 12.854,40.   O índice Hang Seng, de Hong Kong, perdia 485,59 pontos (3,64%), aos 12.854,40. Em Manila, o indicador composto Psei caía 2,63 pontos (0,05%), aos 1.925,62, na abertura do pregão.   O índice Straits Times, da bolsa de Cingapura, perdia 32,68 pontos (1,87%), aos 1.714,31. O índice KLCI, da bolsa de Kuala Lumpur, estava em 885,82 pontos, após perder 4,46 (0,11%).   Em Jacarta, o índice seletivo JKSE perdia 14,97 pontos (1,11%), aos 1.335,72. O índice SET, da bolsa de Bangcoc, estava no início do pregão em 430,61 pontos, após perder 5,10 (1,17%).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.