No Golfo, bolsas de valores fecham em baixa com Egito

A maior parte das bolsas de valores na região do Golfo Pérsico fechou em queda acentuada neste domingo, com os mercados abatidos pela turbulência política no Egito, que teve agravamento durante o final de semana. Depois de praticamente ignorarem os protestos no norte da África nas últimas semanas, os investidores regionais começaram finalmente a se desfazerem de papéis, especialmente de empresas com exposição significativa ao Egito.

AE, Agencia Estado

30 de janeiro de 2011 | 12h14

O mercado acionário de Dubai despencou 4,3%, para 1.543,02 pontos no domingo, enquanto o vizinho Abu Dhabi caiu 3,7%, para 2.561,06. A Bolsa de Doha, que teve a melhor performance na região no ano passado, recuou 3%, para 8,709.77 pontos. No Kuwait, as ações terminaram em queda de 1,8%, em 6,822 pontos. As Bolsas no Bahrein e Omã também encerraram o dia no vermelho.

O declínio não surpreende, diante do impacto negativo que os eventos no Egito tiveram, na sexta-feira, em Wall Street e outros mercados importantes. O Dow Jones Industrial Average ficou em baixa de 1,39%, aos 11.823,70 pontos, registrando a maior queda diária desde 16 de novembro.

Os mercados acionários na região podem enfrentar maior revés à medida que os investidores se tornarem mais avessos ao risco, disse um analista da NCB Capital. "Maior enfraquecimento geral do mercado, contudo, pode oferecer oportunidade de compras de ações de elevada qualidade", acrescentou.

A Bolsa saudita, o maior e único mercado regional que opera no sábado, encerrou a sessão em alta de 2,5%, no domingo, em 6.421,97 pontos, depois de ter perdido mais de 6% no dia anterior. Analistas dizem que foram excessivas as vendas das ações sauditas no sábado, mas apontaram que o mercado financeiro local deve permanecer volátil atualmente, durante o tremor político regional.

A Bolsa no Cairo esteve fechada no domingo, em face do tremor político. O último dia de operação foi na quinta-feira, quando o índice EGX30 afundou quase 11%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Egitobolsasconflitos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.