No Paraguai, 25 mil relógios Oakley falsos são apreendidos

A Polícia Federal do Paraguai, juntamente com a equipe de advogados da empresa norte-americana Oakley, apreenderam nesta semana 125 caixas com 25 mil relógios da marca no Paraguai. A informação foi divulgada nesta sexta-feira, 26, pela Oakley do Brasil.Segundo a empresa, os relógios eram falsificados e contrabandeados e tinham o Brasil e o Equador como rota para serem comercializados. Esta é a segunda apreensão com produtos falsificados da marca. No mês passado, segundo a Oakley, foram apreendidas outras 12 mil unidades no mesmo local.De acordo com nota divulgada pela assessoria da empresa, a apreensão foi complicada. "Foi extremamente difícil uma vez que o Paraguai não tem proteção de fronteira, o que permite que toneladas de produtos falsificados entrem no País para serem distribuídos na América do Sul", informou. E acrescenta: "Os produtos vieram com pulseiras Oakley falsificadas e iriam ser encaminhados para o Brasil e Equador."A matriz da Oakley se localiza na Califórnia, Estados Unidos. A marca, fundada em 1975, tem lojas próprias nos Estados Unidos, Canadá, México África do Sul, Inglaterra e em outros cinco países. Em novembro do ano passado, inaugurou sua primeira loja no Brasil, em São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.