Dida Sampaio/ ESTADÃO
Dida Sampaio/ ESTADÃO

coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

No Senado, CCJ inicia 1ª audiência pública para debater Previdência

Semana deve ser de discussões sobre a reforma na CCJ, com audiências marcadas também para quarta e quinta-feira

Amanda Pupo, O Estado de S.Paulo

20 de agosto de 2019 | 10h17

BRASÍLIA - A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado abriu na manhã desta segunda-feira, 20, a primeira de seis audiências públicas previstas para debater a reforma da Previdência

O grupo recebe nesta manhã o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, o presidente do Comitê dos Secretários de Fazenda dos Estados e Distrito Federal (Comsefaz), Rafael Fonteles, o presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Jayme de Oliveira, o ex-ministro da Fazenda Nelson Barbosa, o coordenador da Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público (Frentas), Ângelo Costa, e o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, Emerson Garcia.

A semana deve ser de discussões sobre a reforma na CCJ, com audiências marcadas também para quarta e quinta-feira. De acordo com calendário previsto pelas lideranças, a leitura do parecer do relator, Tasso Jereissati (PSDB-CE) será na próxima semana, com votação na CCJ no início de setembro. Já o primeiro turno da votação no plenário será no dia 24 de setembro, e o segundo turno foi agendado para dia 10 de outubro.

A proposta que altera as regras de aposentadoria foi aprovada na Câmara dos Deputados no início de agosto. Pelo texto que chegou ao Senado, a economia esperada em dez anos é de R$ 933,5 bilhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.