Nokia e setor farmacêutico pesam sobre mercado europeu

As ações européias fecharam em baixanesta quinta-feira, puxadas pelos setores de tecnologia etelecomunicações após a Nokia, maior fabricante mundial decelulares, decepcionar os investidores com sua perspectiva. De acordo com dados preliminares, o índice FTSEurofirst300, que reúne as principais ações das empresas européias, caiu0,56 por cento, para 1.295 pontos. "Tudo começou com a Nokia. O sentimento em relação à Nokialiderou o caminho na Europa. E isso teve impacto sobre as açõesde telecomunicações", disse Christian Stocker, estrategista deações da UniCredit Global Research. As ações da empresa caíram 13,6 por cento após ela afirmarque espera que o mercado de celulares recue em euro neste ano.O índice DJStoxx do setor de tecnologia europeu caiu 6,3 porcento, e o índice DJStoxx de telecomunicações recuou 1,7 porcento. As ações do setor farmacêutico também mostraram fraquezacom resultados decepcionantes da Pfizer e da Roche, que tambémpesaram sobre as ações da AstraZeneca . Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de1,09 por cento, a 5.980 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 0,31 por cento, para6.681 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 subiu 0,15 por cento, para 4.862pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em baixa de 0,31 porcento, a 25.227 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou queda de 0,51 porcento, para 13.568 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve desvalorização de 0,24 porcento, para 11.078 pontos. (Reportagem de Eva Kuehnen)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.