Normativa definiu regras e estimulou produção da fruta

A produção das anonáceas ganhou impulso após a Instrução Normativa nº 27, de 2010, do Ministério da Agricultura, que estabeleceu as diretrizes a programas que desenvolvam a produção integrada no País. A resolução prevê ações para assegurar boas práticas de produção, ampliação do mercado consumidor e padronização dos frutos. Cinco Estados - Ceará, Bahia, Alagoas, São Paulo e Minas - participam do programa. São Paulo é o maior produtor de atemoia, com cerca de 45% da produção nacional. /J.M.T.

O Estado de S.Paulo

30 de novembro de 2011 | 03h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.