Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Nos EUA, PdVSA é a maior estrangeira

Enquanto o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, ataca os Estados Unidos, a estatal venezuelana de petróleo, a PdVSA, fatura com o consumidor americano. Segundo dados da Agência de Informações de Energia dos Estados Unidos (EIA, em inglês), a PdVSA superou a Shell e se tornou a maior empresa estrangeira na distribuição de combustíveis no país, com 13.682 postos. O balanço mostra a presença de capital estrangeiro no país até o fim de 2005. A Shell, que tinha 15.821 postos no fim de 2004, reduziu a sua rede para 13.500 postos no fim do mesmo ano, enquanto a PdVSA manteve a sua rede quase intacta, com redução de apenas 12 unidades. A PdVSA atua nos EUA por meio da sua controlada Citgo Petroleum. Ao todo, o país contava com 167.476 postos no fim de 2005, dos quais 47.628 eram controlados por grupos estrangeiros, o que representava cerca de 28,4% do total. Essa participação se tem reduzido gradualmente, já que em 2003 os estrangeiros responderam por 31,4% do abastecimento, caindo para 30,6% no fim de 2004 e para 28,4% em 2005. Em número de empresas, os EUA contavam com 9.011 atuando na distribuição de derivados de petróleo, das quais 2.846 eram estrangeiras, o que corresponde a 31,7% do total. A terceira maior rede estrangeira nos EUA é da British Petroleum (BP), com 12.800 postos, com redução de 9,9% ante o ano anterior. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE, Agencia Estado

08 de fevereiro de 2008 | 07h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.