Nova alíquota da Cofins faz arrecadação de abril bater recorde

A arrecadação da Receita Federal teve novamente impulso pelo aumento da alíquota da Cofins. Dados que acabam de ser divulgados pela Receita mostram um crescimento real (correção pelo IPCA) de 21,25% da arrecadação da Cofins em abril, em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo a Receita esse aumento se deve à vigência da nova forma de tributação não-cumulativa da contribuição, que passou a incorporar na base de cálculo os insumos importados. Com essa nova sistemática, a alíquota da Cofins subiu de 3% para 7,6% em fevereiro deste ano.Também contribuiu para esse incremento na arrecadação da Cofins o aumento da alíquota da contribuição das entidades financeiras, de 3% para 4% e a sua retenção na fonte para os pagamentos feitos pelas empresas prestadoras de serviço. De acordo com os dados, a arrecadação da Cofins, no mês de abril deste ano, totalizou R$ 5,850 bilhões ante R$ 4,824 bilhões, em abril do ano passado.Desse total, as entidades financeiras recolheram R$ 484 milhões da Cofins, com um crescimento 40,40% sobre a arrecadação de abril de 2003, quando a Receita arrecadou R$ 345 milhões. As demais empresas pagaram em abril deste ano R$ 5,366 bilhões da Cofins, ante R$ 4,480 bilhões, em abril de 2003. Nesse período, o aumento foi de 19,78%.Primeiro mês para pagamento de IRA arrecadação do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPJ) também contribuiu para o aumento das receitas no mês de abril. Segundo dados da Receita, o pagamento da primeira cota ou cota única do imposto do IRPF em abril (mês da declaração de ajuste) foi de R$ 1,165 bilhão.Segundo a Receita esse pagamento explica o aumento real de 409,47% da arrecadação do IRPF em abril, em comparação a março deste ano. Pelos dados divulgados em abril a arrecadação total do IRPF foi de R$ 1,501 bilhão ante R$ 295 milhões em março e R$ 1,339 bilhão, em abril de 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.