Nova empresa deve começar a voar em janeiro de 2009

O empresário David Neeleman, fundador da companhia aérea americana JetBlue, apresentou hoje uma nova companhia aérea brasileira. Segundo ele, a empresa ainda não tem nome, que será escolhido pela internet (www.voceescolhe.com.br) até 14 de abril. No dia 15 a companhia anunciará os dez melhores nomes sugeridos pelo público, para então ocorrer nova votação. Em 5 de maio será anunciado o novo nome. O público também será convidado a opinar sobre outros assuntos, como o uniforme de funcionários.Ele afirmou que ingressou na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) com pedido para autorização de vôo. A expectativa é de que o vôo inaugural aconteça em janeiro de 2009. O investimento inicial na empresa é US$ 150 milhões, com financiadores brasileiros e estrangeiros.A nova empresa fez uma encomenda firme para a Embraer de 36 aeronaves, modelo 195, que soma US$ 1,4 bilhão. Há ainda opções para compra de mais 40 jatos, perfazendo um total de US$ 3 bilhões. Os primeiros três aviões serão entregues em dezembro de 2008, e os demais num prazo de três anos. Para financiar a compra, Neeleman disse que está conversando com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Ele disse, no entanto, que a empresa não deve ter dificuldades para obter os recursos, que podem vir de outros bancos.Há meses que o empresário estuda a entrada no Brasil. No final de fevereiro Neeleman esteve reunido com a diretoria da Anac para manifestar seu interesse em atuar no mercado de aviação civil brasileiro. Por ter dupla nacionalidade (é americano nascido no Brasil), Neeleman pode ser controlador de uma companhia aérea nacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.