Nova fábrica da Brinquedos Estrela visa à exportação

A quarta unidade fabril que a Brinquedos Estrela vai inaugurar no próximo sábado, em Itapira, no interior de São Paulo, irá concentrar a produção de quase todos os produtos que fazem parte da coleção da indústria. A planta recebeu investimentos de R$ 20 milhões e deverá ocupar, quando estiver totalmente concluída, 40 mil metros quadrados. Está prevista a contratação de 800 funcionários. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, participa da cerimônia de inauguração.No local, estarão instalados os núcleos de injeção plástica, de rotomoldagem e ainda um laboratório de testes, áreas que já existem nas demais fábricas da empresa localizadas em Manaus (AM), de Três Pontas (MG) e do Parque Novo Mundo, na capital paulista. A idéia é ampliar a produção, com vistas às exportações. O início da operação nesta época do ano coincide também com a fase de maior atividade da indústria de brinquedos, em razão do abastecimento do mercado no Dia das Crianças (12 de outubro) e no Natal.A empresa está apostando no aumento das vendas externas, cuja participação no faturamento foi de 15% em 2002 ou R$ 4 milhões -- e deve passar para 40% este ano, segundo estimativas de Carlos Tilkian, presidente da companhia. O principal destino dos brinquedos da Estrela são os países da América Latina e os Estados Unidos, que compram principalmente bonecas, jogos de ação e brindes (brinquedos menores para fins promocionais).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.