''Nova GM'' começa a mudar executivos

A General Motors anunciou que o ex-presidente do conselho e ex-principal executivo da AT&T, Edward E. Whitacre Jr., será o presidente do conselho da montadora depois que a companhia sair da concordata. O presidente interino do conselho, Kent Kresa, considerou a escolha "um começo muito promissor" para a montadora. Whitacre, de 67 anos, atuou na AT&T e nas empresas que antecederam a companhia de 1990 até 2007, quando se aposentou. O executivo afirmou estar "honrado por ser capaz de servir à GM neste momento crítico e de fazer parte de sua reinvenção".A empresa também informou que vai reduzir mais os benefícios que concede aos altos executivos aposentados do grupo e seus dependentes, de acordo com uma carta enviada aos ex-funcionários. "Essas são mudanças muito difíceis de serem feitas, mas infelizmente são necessárias para posicionar a Nova GM para vencer - e vencer agora", disse o executivo-chefe, Fritz Henderson, em uma mensagem para os aposentados.A GM não vai mais fornecer cobertura oftalmológica e dentária para os ex-funcionários, e apenas a cobertura médica e de remédios prescritos vai continuar. O seguro de vida também será reduzido. Os aposentados vão receber o seguro no valor de metade de seu salário anual base, menos que os 75% do salário que recebiam.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.