Nova Iorque e Telesp derrubam Bolsa

Os resultados do mercado acionário brasileiro estão sendo influenciados pelas baixas nas bolsas de Nova Iorque. De acordo com a apuração do editor Francisco Carlos de Assis, a Nasdaq - bolsa norte-americana que negocia ações de tecnologia - operava há pouco em queda de 1,37%. O índice Dow Jones - que mede a valorização de empresas mais negociadas na Bolsa de Nova Iorque - registrava queda de 0,86%.As baixas em Nova Iorque são justificadas por uma expectativa de redução do lucro das empresas nos Estados Unidos. Inclusive foi essa uma das razões que incentivou o banco central norte-americano (FED) a manter os juros nos níveis atuais - 6,5% ao ano.Outro fator que influencia o baixo volume de negócios é o término do prazo para a troca de ações da Telesp e Tele Sudeste Celular por Brazilian Deposity Receipts (BDRs) da Telefónica de Espanha. No início da tarde, as ações preferenciais (PN, sem direito a voto) registravam queda de 8,42%. As preferenciais de Tele SudesteCelular estavam em queda de 7,69%.As baixas nos preços das ações dessas empresas terão reflexos sobre o Ibovespa - Índice que mede a valorização das ações de empresas mais negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Os investimentos atrelados ao Índice - fundos de ações passivos - devem ter queda na rentabilidade nesse mês, em função do baixo desempenho do Ibovespa. Alto volume de dólares favorece negócios Ao contrário do mercado acionário, é grande a liquidez no mercado de câmbio. De acordo com a editora Cristina Canas, o grande volume de dólares registrado hoje durante a manhã facilitou as negociações e fez com que o preço da moeda norte-americana caísse. Há pouco o dólar estava sendo vendido a R$ 1,8180 para venda, com queda de 0,22%. Na mínima do dia, a moeda norte-americana chegou a R$ 1,8160.O mercado de juros registra queda. Há pouco, contratos de swap prefixados com base em 252 dias úteis - melhor indicador para os juros de longo prazo - pagavam juros de 18,27% ao ano. Ontem títulos com as mesmas características fecharam o dia cotados em 18,83% ao ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.