Nova mistura de biodiesel vai melhorar balança comercial do petróleo, diz Dilma

A nova mistura de biodiesel garantirá melhoras na balança comercial de petróleo, uma vez que o Brasil importará menos diesel, ao mesmo tempo em que terá impacto "residual", pouco significativo, sobre a inflação, disse a presidente Dilma Rousseff nesta quarta-feira.

Reuters

28 de maio de 2014 | 11h51

A afirmação foi feita na cerimônia de assinatura da medida provisória que determina a elevação da mistura de biodiesel no diesel para até 7 por cento, ante os atuais 5 por cento.

(Por Jeferson Ribeiro)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSBIODIESELDILMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.