AP Photo/Divulgação
AP Photo/Divulgação

Nova moeda de uma libra com doze lados será a mais segura do mundo

Casa da Moeda britânica anuncia novo sistema de segurança para coibir a falsificação; atualmente, 3% das moedas de uma libra em circulação são falsas

Economia & Negócios,

19 de março de 2014 | 09h42

LONDRES - Depois de 30 anos de trabalho, a moeda no valor de uma libra está pronta para sua estreia.

A casa da moeda da realeza britânica (The Royal Mint) anunciou nesta quarta-feira, 19, seus planos de substituir a atual moeda de uma libra por um modelo dodecagonal, ou seja, uma moeda com 12 lados. Além disso, a nova moeda será fabricada com dois tipos de metal. Segundo a casa da moeda, será o modelo mais seguro do mundo.

O novo modelo apresentado lembra a "threepenny bit", moeda que circulou no Reino Unido de 1937 a 1971.

A casa da moeda britânica afirma que a falsificação da nova moeda de uma libra será mais difícil em função dos novos materiais e dos doze lados.

Atualmente, 45 milhões de moedas de uma libra falsificadas estão em circulação. Isso representa 3% de todas as moedas desse valor.

Apesar do anúncio ter sido feito hoje, a nova moeda de uma libra entrará em circulação somente em 2017 e terá a impressão do retrato da Rainha Elizabeth II.

O chefe da casa da moeda real, o executivo Adam Lawrence, diz que o objetivo é produzir um novo modelo de moeda pioneiro, capaz de gerar confiança e coibir fraudes.

O casa da moeda britânica desenvolveu, nos últimos 30 anos, projeto iSIS (Integrated Secure Identification Systems), ou Sistemas Integrados de Identificação Segura. Segundo o anúncio feito hoje, o iSIS torna não só a moeda mais segura, mas todo o ciclo de circulação do dinheiro, que envolve máquinas de venda automática, lojas e o sistema bancário. O custo de produção das moedas será menor. (Com informações da AP)

Tudo o que sabemos sobre:
moeda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.