Dida Sampaio|Estadão
Dida Sampaio|Estadão

Nova reunião de ministros para discutir greve tem presença da PF, Anac, CGU, PRF e Conab

Sem a presença de Temer, comitê de monitoramento da crise de abastecimento se reuniu novamente na noite desta segunda-feira, 28, para tratar da paralisação dos caminhoneiros

Julia Lindner e Tânia Monteiro, O Estado de S.Paulo

28 Maio 2018 | 20h28

BRASÍLIA - Sem a presença do presidente Michel Temer, o comitê de monitoramento da crise de abastecimento se reuniu novamente na noite desta segunda-feira, 28, para tratar da paralisação dos caminhoneiros. Desta vez, além dos ministros, também participaram representantes da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que estão investigando casos de locaute e de infiltrações políticas, respectivamente.

++ AO VIVO: Acompanhe notícias sobre a greve dos caminhoneiros minuto a minuto

Entre os presentes estiveram o diretor-geral da PF, Rogério Galloro, o diretor-geral da PRF, Renato Borges Dias, o chefe do Estado-Maior do conjunto das Forças Armadas, Almirante Ademir Sobrinho, o presidente Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), José Ricardo Botelho e o diretor executivo da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Marcelo Bezerra.

++ Ônibus circularão com 60% a 70% da frota nesta terça em SP​

Entre os ministros estavam Eliseu Padilha (Casa Civil), Sérgio Etchegoyen (GSI), Raul Jungmann (Segurança Pública), Joaquim Silva e Luna (Defesa), Eduardo Guardia (Fazenda), Carlos Marun (Secretaria de Governo), Grace Mendonça (Advocacia-Geral da União), Valter Casimiro (Transportes), Rossielli Soares (Educação) e Gilberto Occhi (Saúde).

O presidente Michel Temer participou apenas da reunião da manhã do comitê de crise. Ele deixou o Planalto nesta tarde para viajar para São Paulo, onde vai participar do Fórum Econômico Brasil-Países Árabes - Construindo o Futuro.

Antes da viagem, Temer se reuniu com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) reservadamente. O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), também participaria da conversa, porém não conseguiu chegar a tempo por causa da sessão do plenário da Casa, que está em andamento para votar Medidas Provisórias e limpar a pauta para votação da urgência da proposta da reoneração da folha de pagamento.

Greve dos Caminhoneiros AO VIVO

Acompanhe aqui outras notícias sobre a greve dos caminhoneiros minuto a minuto. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.