Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Nova Selic não prejudicará Natal, diz Fercomércio-RJ

O presidente da Federação do Comércio do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ), Orlando Diniz, disse que "a nova elevação da taxa básica de juros representa uma preocupação para o setor produtivo, mas a federação, que representa o setor responsável por cerca de 30% do PIB fluminense, não acredita que esse aumento chegará ao consumidor neste final de ano. O comércio vem tentando garantir que as parcelas caibam no bolso do consumidor, alongando os prazos de pagamento, de modo que as vendas de Natal não sejam prejudicadas.Segundo Orlando Diniz, "nossas pesquisas mostram que o otimismo do consumidor fluminense se mantém e sua situação financeira permanece em contínua melhora. Com a chegada da segunda metade do 13º salário, agora em dezembro, deveremos ter mais R$ 1 bilhão na economia do Estado, contribuindo para que este seja o melhor Natal dos últimos anos, com expectativa de aumento de 10% nas vendas em comparação com o mesmo período de 2003."

Agencia Estado,

16 de dezembro de 2004 | 08h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.