Novas técnicas permitem controle de risco nos bancos, diz Greenspan

Novas técnicas financeiras permitiram que os bancos não fossem atingidos por alguns dos riscos associados ao empréstimo, disse Alan Greenspan, presidente do Fed - o Banco Central dos EUA -, durante discurso na conferência anual da Associação Americana de Banqueiros, em Phoenix. Os derivativos de crédito ajudaram os bancos a dispersar o risco com maior eficiência. No entanto, tais produtos também trouxeram perigos, que devem ser administrados com cuidado, disse. "Derivativos são, por construção, altamente alavancados", afirmou. Segundo Greenspan, tal instrumento induz a um excesso especulativo, não somente nos EUA, como também no resto do mundo. Este potencial para o risco sistemático pode ser contido pela combinação de regulamentação, supervisão e atitude do setor privado, incluindo melhora nas informações ao público. No entanto, o setor privado não deve esperar por ausência total de risco sistêmico, afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.