Novo apagão pode vir antes de 2010

A excessiva dependência das hidrelétricas é apontada por relatório da consultoria internacional Frost & Sullivan como principal fator de risco ao setor energético brasileiro. O documento, assinado pelo consultor Jorge de Rosa e divulgado no fim de 2007, alerta para o risco de racionamento antes de 2010, caso a estiagem prossiga.Como não há tempo hábil para novas obras nem gás para gerar todas as térmicas, dizem especialistas, no curto prazo o País terá de contar com "a ajuda de São Pedro?. "Parte importante da solução passa por uma maior diversificação da matriz energética?, diz Rosa, que defende maiores incentivos a fontes alternativas, como biomassa, eólica e nuclear. Em 2005, por exemplo, 91% da capacidade geradora de energia do País era proveniente de hidrelétricas.Mesmo as alternativas atuais não têm se mostrado eficazes, pois não há gás natural suficiente para gerar todas as térmicas. A expectativa é de disputa cada vez maior entre os diversos consumidores do combustível. "É um momento de estresse dos mercados de energia e, principalmente, de gás, que será disputado pelos setores industrial e energético nos próximos meses?, aponta o professor Nivalde de Castro, do Grupo de Estudos em Energia Elétrica da UFRJ (Gesel). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.