Novo diretor do BC diz que sua crítica a Meirelles foi um erro

O diretor indicado de Assuntos Internacionais do Banco Central (BC), Alexandre Schwartsman, divulgou hoje uma nota dizendo que se errou ao criticar, em dezembro do ano passado, a indicação de Henrique Meirelles para a presidência do BC. "Minha visão à época sobre a indicação de Henrique Meirelles para a presidência do BC estava equivocada", diz.Na nota, ele afirma que o argumento na época se referia à necessidade de alguém com reputação antiinflacionária já estabelecida para desempenhar de forma adequada o cargo de presidente do BC. "De fato, via a reputação como um ingrediente essencial ao sucesso. No entanto, a implementação da política monetária ao longo deste ano e o êxito obtido pelo BC - sob o comando de Meirelles - na luta contra a inflação me provaram errado", diz a nota.O economista acredita hoje que Meirelles provou que uma reputação de firmeza com relação à inflação poder ser "construída mais rápido" do que ele havia imaginado. "Meirelles soube conduzir a transição, administrando uma equipe de qualidade - que não era sua - ao mesmo tempo em que formava uma nova", diz a nota. O diretor indicado diz que se sente honrado de merecer a indicação para o cargo no BC. "Só tenho a agradecer à confiança e à generosidade do presidente do BC". afirma.

Agencia Estado,

10 de setembro de 2003 | 17h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.