Novo marco do pré-sal mudará trajetória do setor, diz Gabrielli

À espera da aprovação de Lula, presidente da Petrobrás afirma que "será um legado para as futuras gerações"

Kelly Lima, da Agência Estado,

20 de agosto de 2009 | 12h39

O presidente da Petrobrás, José Sérgio Gabrielli, comentou nesta quinta-feira, 20, a importância do ex-secretário executivo de Petróleo e Gás natural do Ministério de Minas e Energia (MME), José Lima de Andrade Neto, novo presidente da BR Distribuidora, à frente da elaboração do novo marco regulatório do petróleo. Segundo Gabrielli, "este novo marco que evidentemente todos ainda desconhecem" vai mudar a trajetória do setor de petróleo no País. "É um legado que, se o presidente Lula aprovar as propostas, será deixado para as futuras gerações."

 

Na cerimônia de posse de Andrade Neto, Gabrielli ressaltou que Lima soube "ouvir, conduzir, e convencer as partes envolvidas no processo. Talvez porque tenha sido professor de Física, sabendo lidar com vetores divergentes", comentou.

 

Gabrielli ainda ressaltou a capacidade de Lima saber administrar diferentes posições e caminhar em direção a uma convergência. "Isso aconteceu nos tempos em que ele era da área de novos negócios, na Petroquisa - época em que fizemos mudanças importantíssimas na petroquímica brasileira - e agora ultimamente no papel de secretário, onde teve papel chave na elaboração do marco regulatório."

Tudo o que sabemos sobre:
pré-salPetrobras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.