Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Novo órgão da UE de risco sistêmico emite 1º alerta, dizem autoridades

Comitê cobrou que governos injetem capital nos bancos que falharam ou tiveram resultados ruins nos testes de estresse

Álvaro Campos, da Agência Estado,

20 de setembro de 2011 | 11h54

BRUXELAS - O novo órgão da União Europeia dedicado a monitorar riscos macroeconômicos emitiu seu primeiro alerta algumas semanas atrás, cobrando que os governos preparem fundos para injetar capital nos bancos que falharam ou tiveram resultados ruins nos testes de estresse realizados em julho, segundo informaram autoridades europeias.

O Comitê Europeu de Risco Sistêmico (ESRB, na sigla em inglês) foi criado após a crise financeira iniciada em 2008, para garantir que as autoridades reguladoras não deixem de perceber grandes problemas macroeconômicos. O órgão começou a trabalhar este ano, mas ainda não havia emitido nenhum alerta, que teoricamente é confidencial.

O primeiro alerta foi emitido em meio aos receios de que os governos do bloco não estejam prontos para injetar dinheiro nos bancos que segundos os testes de estresse têm déficit de capital. Somente oito de 90 bancos analisados falharam nos testes, mas vários outros ficaram bem próximos do limite mínimo, de uma proporção de capital Tier 1 de 5%. Esses bancos estão sendo pressionados a levantar capital, a partir dos mercados, se possível, ou recebendo auxílio dos governos, se necessário.

Um porta-voz do ESRB se recusou a comentar o caso. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.