Novo prefixo de telefone em SP fica para 2011

Foi adiada para o ano que vem a criação de um novo código de área para resolver o problema da escassez de números de telefones celulares em São Paulo. A área técnica da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) concluiu que é necessário um prazo de pelo menos seis meses para que as operadoras se adaptem ao novo sistema, a partir da aprovação da proposta pelo Conselho Diretor da agência, o que torna impossível a implementação da proposta ainda este ano.

Karla Mendes / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

22 de setembro de 2010 | 00h00

O objetivo da Anatel, ao propor a criação de um novo código de área, o 10, para a cidade de São Paulo, é duplicar o número de linhas disponíveis na capital, já que os números atrelados ao prefixo 11 estão se esgotando.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.