finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Novo serviço do Google mostra o céu em detalhes

Usando o mesmo princípio do Google Earth, empresa apresenta imagens de cerca de 100 milhões de estrelas

Miguel Helft, O Estadao de S.Paulo

07 de agosto de 2023 | 00h00

Depois de transformar milhões de internautas em exploradores virtuais do mundo com o serviço de mapeamento Google Earth, o gigante de busca na internet agora está partindo para transformar muitos em astrônomos virtuais. Ontem, o Google lançou dentro do Google Earth um novo serviço denominado Sky que permitirá aos usuários visualizar os céus a partir da Terra. Mais informações no site LinkComo o Google Earth, o Sky vai deixar os internautas fazerem aproximações por zoom, exibindo imagens cada vez mais detalhadas de cerca de 100 milhões de estrelas e 200 milhões de galáxias. ''''Você conseguirá percorrer o céu como nunca antes'''', disse Carol Christian, astrônoma do Space Telescope Science Institute, um consórcio sem fins lucrativos que apóia o telescópio Hubble.''''Embora outros programas permitam aos usuários explorar o firmamento, eles normalmente combinam uma mistura de representação das estrelas e galáxias que são superpostas a fotografias'''', explicou Carol. ''''Estas são imagens reais do céu. Tudo é real''''.A combinação de imagens do Sky foi conseguida a partir de mais de 1 milhão de fotografias de fontes científicas e acadêmicas, entre elas o Sloan Digital Sky Survey, o Palomar Observatory do California Institute of Technology e o Hubble, que é financiado pela Nasa.SEM LUCROSO Google declarou que desenvolveu o projeto estritamente porque interessava a alguns de seus engenheiros e que, por enquanto, não tem planos para lucrar com isso. ''''É simplesmente para oferecer novos tipos de informações para o público'''', disse Chikai Ohazama, gerente de projetos do Google Earth.Como acontece com o Google Earth, usuários individuais e entidades poderão sobrepor fotografias, anotações e outros tipos de dados às imagens básicas do Sky e torná-las disponíveis a outros como camadas.A Microsoft tem um projeto de busca chamado World Wide Telescope que oferece recursos parecidos com os da Sky. O projeto foi lançado por Jim Gray, o veterano pesquisador da Microsoft que desapareceu no início deste ano numa viagem de barco pelas águas da Baía de São Francisco.Para ter acesso ao Sky, os internautas terão que descarregar a versão mais recente do Google Earth.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.