Novo terminal de Viracopos será entregue em maio de 2014, diz executivo

Concessionária prevê começar as obras de nova pista do aeroporto no 2º semestre do ano que vem

Aline Bronzati, Circe Bonatelli e Gustavo Porto, da Agência Estado,

25 de setembro de 2013 | 12h42

SÃO PAULO - O presidente da concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, Luiz Alberto Kuster, garantiu nesta quarta-feira, 25, que o novo terminal do aeroporto de Campinas (SP) será entregue em maio no ano que vem "e que será um fato inédito no mundo" a rapidez da construção da obra. "São 6 mil homens trabalhando dia e noite na obra, o projeto executivo e o básico acontecem ao mesmo tempo", disse. O novo terminal terá capacidade de receber 14 milhões de passageiros por ano.

O executivo estima que a obra para construção da segunda pista seja iniciada no segundo semestre de 2014. "Já estamos com o projeto pronto e agora buscamos o licenciamento ambiental", afirmou Kuster durante o seminário Gestão Pública e Burocracia - Desafios para o Estado Brasileiro, da série Fóruns Estadão Brasil Competitivo, organizado pela Agência Estado.

O aeroporto terá, ao todo, quatro pistas. A terceira e a quarta serão projetadas e construídas gradualmente, após a evolução dos trabalhos com a segunda pista, disse Kuster. Até a metade de 2014, o executivo estima que os investimentos no aeroporto vão totalizar R$ 2,2 bilhões. Já nos 30 anos de concessão, estão previstos R$ 9,3 bilhões.

O executivo se considerou ainda otimista em relação ao Trem de Alta Velocidade (TAV), cujo ponto de partida até o Rio de Janeiro seria em Viracopos. "Havendo bons projetos não falta dinheiro para mobilidade, por isso é possível fazer o TAV. E já estamos desenhando uma estação do trem bala em Viracopos", afirmou Kuster. "Mas é preciso criatividade e segurança jurídica do governo para viabilizar a obra", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.