Número de bilionários na China cai pela 1ª vez em 7 anos

Em meio aos problemas no setor imobiliário e às quedas nos preços das ações, ranking de bilionários chineses perde 20 magnatas em um ano 

Álvaro Campos, da Agência Estado,

24 de setembro de 2012 | 11h30

PEQUIM - O número de bilionários na China caiu pela primeira vez em sete anos, em meio aos problemas no setor imobiliário e às quedas nos preços das ações. Segundo a revista Hurun Report, a China tem atualmente 251 bilionários, 20 a menos do que o registrado no mesmo período do ano passado. A lista anual divulgada pela publicação compila as mil pessoas mais ricas do país.

Quem lidera o ranking este ano entre os mais ricos da China é o magnata Zong Qinghou, cofundador da companhia de maquinário Sany, com uma fortuna avaliada em US$ 12,6 bilhões. Segundo a Hurun Report, o setor imobiliário não é mais a maior fonte de riqueza no país. Entre os chineses mais ricos, 20,7% devem sua fortuna à indústria.

Apesar da queda no número de bilionários este ano, a revista lembra que seis anos atrás a China tinha apenas 15 pessoas com fortunas superiores a US$ 1 bilhão. Este ano, a fortuna média dos mil participantes da lista caiu 9%, para US$ 860 milhões. Mesmo assim, esse número é quase o dobro do registrado em 2008. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
chinabilionários

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.