Número de famílias endividadas cai em agosto

Porcentual de endividados caiu de 57% em julho para 52,6% no mês passado

Renan Carreira, da Agência Estado,

09 de setembro de 2013 | 14h29

O número de famílias paulistanas endividadas caiu de 57% em julho para 52,6% em agosto, divulgou nesta segunda-feira, 9, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). O porcentual também é mais baixo que o registrado em agosto de 2012 (53,5%).

De acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), em números absolutos, o total de famílias endividadas recuou de 2,04 milhões em julho para 1,88 milhão em agosto. A sondagem mostrou que cerca de 245 mil famílias paulistanas acreditam que não vão conseguir pagar total ou parcialmente as contas.

Nas famílias que ganham até dez salários mínimos, o porcentual de endividamento foi de 56,3% em agosto ante 59,2% em julho. Dentre aquelas com ganhos acima dessa faixa, o endividamento recuou de 50,4% em julho para 42% em agosto.

Para a FecomercioSP, o resultado mostra que as famílias com renda mais baixa sentem mais rápido os efeitos da alta dos preços e, consequentemente, aumentam o nível de endividamento. "Para essa parcela da população, o crédito representa importante meio de inclusão nos níveis desejáveis de consumo."

O principal tipo de dívida é o cartão de crédito, caso de 70,2% das famílias analisadas. Na sequência, aparecem carnês (18,2%), financiamento de carro (15,6%), crédito pessoal (15,1%), financiamento de casa (9,2%) e cheque especial (8,4%).

Tudo o que sabemos sobre:
endividamentoFecomercioSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.