Número de horas trabalhadas na indústria cresce 1,4% em julho

O número de horas trabalhadas na produção industrial cresceu 1,4% em julho em comparação com julho do ano passado. A pesquisa foi divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta terça-feira. Ante junho, o crescimento foi de 1,03%. O índice dessazonalizado apontou para uma expansão de 1,20% das horas trabalhadas no mesmo período de comparação."Os juros mais baixos, que contribuem para a elevação do crédito, e aumentos na massa real de salários e dos recebimentos de benefícios sociais, que aumentam a renda das famílias, estimulam o consumo com reflexos positivos na produção da indústria", diz a CNI, em nota.A expansão de janeiro a julho deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado foi de 0,84% de acordo com os dados da CNI. Capacidade instaladaO índice de utilização da capacidade instalada da indústria ficou em 81,6% em julho. O índice é menor que os 82,4% de junho deste ano, e igual aos 81,6% de julho de 2005. "A combinação de aumento na atividade industrial com a manutenção do índice de utilização da capacidade instalada só foi possível com a maturação de investimentos no parque produtivo", afirma a nota distribuída pela CNI. Com a dessazonalização, o índice ficou nos mesmos 81,6%. Em junho, estava em 82%. Em julho do ano passado, o porcentual da capacidade instalada estava nos mesmos 81,6%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.