Números dos EUA saem dentro das expectativas

Nessa manhã, saiu mais um número sobre a economia americana. Trata-se do índice de preços ao consumidor (CPI). O resultado de maio foi um aumento de 0,1%. O mercado esperava um crescimento de 0,2%. Já o núcleo do CPI ficou dentro das expectativas: aumento de 0,2%.No mesmo horário, foram divulgados outros números da economia dos Estados Unidos, conforme apurou o editor Josué Leonel. São dados sobre os estoques das empresas americanas, que subiram 0,4%. Já a renda dos assalariados caiu 0,3%.Os números foram bem recebidos pelos investidores, pois indicam uma desaceleração da economia norte-americana. O fato é positivo para o mercado, pois ajuda a reduzir a instabilidade registrada nas últimas semanas. O que todos temiam é que o aumento de juros que o banco central norte-americano (FED) vem promovendo - seis aumentos em um ano, totalizando 1,75 pontos porcentuais - não estivesse surtindo o efeito desejado, ou seja, um desaquecimento suave da economia norte-americana.Caso isso acontecesse, o FED poderia ser mais agressivo, elevando ainda mais os juros nos Estados Unidos. Isso não é bom para nenhuma das economias mundiais, principalmente a de países emergentes, pois elas perdem recursos de investimentos, que migram para ativos sem risco e com juros atraentes - os títulos norte-americanos. Bovespa opera em alta A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu em alta de 0,12% e agora há pouco registrava alta de 0,90%. O mercado acionário brasileiro também está animado com a entrada de recursos proveniente do leilão das ações de Telesp Celular realizado ontem. Muitos investidores ainda não aplicaram o que receberam com a venda dos papéis, pois o capital só deve entrar na conta corrente deles na sexta-feira. Com isso, pode haver um giro maior de recursos nos próximos dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.