Nymex confirma barril de petróleo a US$ 100 nos EUA

Possibilidade de erro de um trader havia sido levantada, mas Bolsa confirma a cotação recorde da commodity

Reuters,

02 de janeiro de 2008 | 15h41

Depois de uma controvérsia em torno da negociação dos contratos de petróleo em Nova York, a  New York Mercantile Exchange confirmou nesta quarta-feira, 2, que o preço do barril bateu novo recorde histórico nos Estados Unidos, chegando aos US$ 100. Veja também:Bolsas começam 2008 em queda na Europa e na Ásia  A alta nos preços foi impulsionada por conflitos em países integrantes da Opep, como Nigéria e Argélia, e também por um dólar fraco, além de uma frente fria.  Às 14h08, as telas da New York Mercantile Exchange mostraram o preço do barril em US$ 100, mas foi levantada, a possibilidade de algum trader ter cometido um erro, segundo a agência Dow Jones. A cotação, porém, foi confirmada.  O recorde anterior para o contrato de prazo mais curto havia sido registrado em 21 de novembro de 2007, quando a commodity atingiu US$ 99,29.  Em Londres, o petróleo Brent, do Mar do Norte, também registrou recorde histórico nesta quarta, alcançando US$ 96,75 por barril.      

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.