Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

''''O acusado tem o direito de fugir'''', diz Marco Aurélio

O ex-banqueiro Salvatore Cacciola fugiu do Brasil em 2000, dias após ter a prisão relaxada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio. Ontem, o ministro afirmou que sua decisão foi acertada e disse que repetiria tudo hoje, mesmo sabendo que o ex-banqueiro fugiria.Ele argumentou que é direito do réu tentar fugir da Justiça enquanto o processo não foi concluído. ''''O que temos de considerar é que a liminar foi deferida quando ele era um simples acusado, não havendo a sentença condenatória'''', afirmou. ''''Enquanto a culpa não está formada, o acusado tem o direito, que eu aponto como natural, de fugir.''''

FELIPE RECONDO, O Estadao de S.Paulo

07 de setembro de 2018 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.