bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

O bilionário que largou a escola aos 14 anos

Criador do Tumblr, David Karp, estudava sozinho pela internet; nesta semana, ele vendeu seu site para o Yahoo por US$ 1 bilhão

NICK BILTON, JENNA WORTHAM, THE NEW YORK TIMES, O Estado de S.Paulo

23 de maio de 2013 | 02h10

Aos 14 anos, David Karp já era um adolescente brilhante. Calmo, um tanto isolado, mas entediado com suas aulas na escola Bronx High School of Science. Passava a maior parte do tempo em seu quarto, grudado no computador. Mas em vez de tentar tirá-lo da sua máquina ou insistir para ele sair e respirar ar fresco, sua mãe, Barbara Ackerman, encontrou uma outra solução: sugeriu que ele abandonasse a escola e estudasse em casa.

"Eu o via na escola o dia todo e absorvido a noite inteira no seu computador", disse a mãe, entrevistada por telefone na segunda-feira. "Era bem claro que David precisava de espaço para viver sua paixão. Com seus computadores."

Certamente. Hoje com 26 anos, David Karp jamais concluiu o ensino médio e nem se matriculou numa universidade. Em vez disso, assumiu cargos importantes em várias empresas de tecnologia antes de fundar o Tumblr, o popular serviço de blogs comprado pelo Yahoo nesta semana por US$ 1,1 bilhão. Karp deve receber US$ 250 milhões desse total com a venda e se junta ao minúsculo círculo de empreendedores jovens que enriqueceram antes dos 30 anos.

"Quando encontrei David pela primeira vez ele tinha 20 anos e usava tênis e jeans", disse Bijan Sabet, sócio do fundo Spark Capital que foi um dos primeiros a investir no Tumblr. "Sabia que ele era um destes raros empreendedores que têm uma ideia, passam a desenvolvê-la e depois a colocam no ar, tudo na mesma noite."

Fama. Desde que fundou o Tumblr há seis anos, David Karp tem sido admirado pelas habilidades de programação e a sagacidade do design de sites, mas às vezes ele se torna uma figura popular nos círculos de tecnologia de Nova York porque comenta muito no blog sobre sua vida pessoal e por causa do gosto por festas. Ele apareceu na revista de fofocas do jornal New York Post e é alvo recorrente do site Gawker, onde é rotulado como "Fameball", termo pejorativo para pessoas que têm o desejo voraz de fama.

Alto e esbelto, cabelo castanho e penetrantes olhos azuis, David normalmente veste jeans, camiseta e tênis. Fala rápido, quase sempre durante minutos e sem parar. Tecnicamente nunca se formou no ensino médio, a respeito do que ele fez piadas em uma entrevista, dizendo que "felizmente não é uma exigência para ter um emprego no Yahoo".

Depois de largar a escola e atuar durante algum tempo em pequenos grupos de tecnologia em Nova York, David foi para Tóquio, onde trabalhou durante alguns meses numa empresa que se iniciava no setor.

Voltou para os Estados Unidos e tornou-se diretor de tecnologia da UrbanBaby, serviço de mensagens para pais. A CNET Networks adquiriu o UrbanBaby em 2006 e David aproveitou as centenas de milhares de dólares que obteve com a venda para iniciar sua própria empresa, chamada Davidville. Um dos projetos da empresa era um serviço de blogs simples chamado Tumblr.

Amadurecimento. Administrar o Tumblr não foi fácil e David passou por problemas. No início teve dificuldades para contratar pessoas, pois nem sabia como entrevistar os candidatos. Sempre achou que as grandes empresas eram grandes demais para se beneficiarem, dizendo que conseguiria administrar o Tumblr com quatro pessoas.

Mas David desapareceu das festas e há quatro anos namora uma estudante de enfermagem da Universidade de Nova York. E também parece ter ficado mais sério em relação à sua companhia, à medida que ela cresceu, e de uma dezena de funcionários no início hoje tem mais de 175.

"David cresceu no Tumblr", disse Mark Coatney, que supervisiona o relacionamento da companhia com as empresas de mídia. / TRADUÇÃO DE TEREZINHA MARTINO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.