'O Brasil está de parabéns' pelo leilão, diz Dilma

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, comemorou, em rápida entrevista, o leilão de sete trechos de rodovias federais dizendo que o governo considerou muito significativo o resultado. "O Brasil está de parabéns", disse.A ministra não vê nenhum problema no fato da espanhola OHL ter vencido 5 dos 7 trechos da licitação. Segundo ela, isso evidencia que as práticas de empresas internacionais podem contribuir para que no Brasil as tarifas sejam mais compatíveis com o praticado no resto do mundo. Ela lembrou que fenômeno semelhante ocorreu em um leilão de linha de transmissão. Para ela, o resultado do leilão será vantajoso para melhorar o risco Brasil e haverá um benefício não só para o investidor, que terá retorno do seu investimento, quanto para o consumidor, que terá uma tarifa menor possível. "Isso reflete um comportamento, eu acho, dos investidores, que tem a ver com a estabilidade econômica, com a queda da taxa de juro, com a redução do risco Brasil, com o fato de que hoje é possível um investidor supor que investir no Brasil em uma concessão de rodovia por 25 anos, a preços significativamente mais baixos do que qualquer preço praticado no Brasil nos últimos tempos no que se refere a pedágios, é um bom negócio", afirmou.A ministra disse também que a redução de preço não significa redução na qualidade dos serviços a serem prestados. Houve um grande deságio, segundo ela, pelo grande interesse pelo leilão. Dilma disse que a modelagem que foi feita é um dos responsáveis pelo fato dos valores poderem ter sido menores.

TÂNIA MONTEIRO, Agencia Estado

09 de outubro de 2007 | 20h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.