O Fed espera pra ver

Os diretores do Federal Reserve Board (Fed), o banco central dos Estados Unidos, não se constrangeram em admitir que estão operando no escuro.A ata que descreve o que aconteceu na reunião do dia 18 de setembro, que tomou a decisão inesperada de baixar os juros em meio ponto porcentual, traz duas revelações: (1) ao contrário do que apostou grande número de analistas, não houve divergência sobre o tamanho do corte dos juros; e (2) como não há certeza nem sobre a gravidade da crise nem sobre o impacto da desvalorização do dólar e do aumento do custo da mão-de-obra na inflação, a decisão é esperar por mais clareza nas semanas seguintes.Segue-se que não há nenhuma indicação do que acontecerá com os juros na reunião agendada para o dia 31. Apesar disso, o mercado comemorou.

O Estadao de S.Paulo

10 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.