Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

O importante é não ultrapassar metas, diz Mantega

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, preferiu não comentar o Relatório Trimestral de Inflação divulgado nesta quinta-feira, 27, pelo Banco Central, mas destacou o fato de o teto da meta do IPCA - de 6,5% - estar sendo respeitado. "O importante para nós é que as metas de inflação estabelecidas não sejam ultrapassadas. Mesmo com as previsões do BC, estaremos dentro do teto da meta por mais um ano", disse o ministro.

EDUARDO RODRIGUES, RENATA VERÍSSIMO E LAÍS ALEGRETTI, Agencia Estado

27 de junho de 2013 | 19h52

Perguntado sobre o crescimento do PIB em 2013, Mantega citou analistas que estimam uma expansão da economia entre 2,5% a 3%. "Meu papel não é fazer previsões, mas estabeleço uma meta de 3% de crescimento para ser perseguida. O governo tem que se esforçar para viabilizar essa meta, que é viável e boa para o desenvolvimento do País", afirmou.

Segundo Mantega, o crescimento do PIB em 2013 será maior do que o registrado no ano passado, uma vez que os investimentos estão crescendo, a agricultura está se expandindo, a indústria está se recuperando e os serviços vêm crescendo de forma moderada. "Os indicadores apontam que este ano teremos um crescimento maior do que o de 2012, e maior do que o de outros países que estão desacelerando", concluiu.

Tudo o que sabemos sobre:
BCrelatório de inflaçãoMantega

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.