''O LinkedIn é a Coca.Nós somos a Pepsi''

Rick Marini

, O Estado de S.Paulo

25 de julho de 2011 | 00h00

Fundador e presidente do BranchOut

Neste mês, o BranchOut, aplicativo para conexões profissionais disponível no Facebook, completa um ano.

Qual o sentido de criar uma rede dentro de outra rede, o Facebook?

O Facebook é a mais poderosa rede social do mundo, com 750 milhões de usuários. Nela, você tem colegas e ex-colegas de trabalho e também quer ter uma presença profissional. Mas você não quer se candidatar a uma vaga e permitir que vejam suas fotos e vídeos, certo? Portanto, faz sentido ter um lugar dentro do Facebook onde seja possível ter um perfil profissional de maneira segura.

Qual a presença no Brasil?

Cerca de 10% do nosso tráfego está no Brasil, principalmente em São Paulo. Como estamos em 60 países, essa presença é muito significativa. A razão para isso está na economia aquecida e na população que se profissionaliza e acessa mais o Facebook. Vamos terminar de traduzir o site todo para o português o mais rápido possível.

Não é o mesmo que o LinkedIn?

Acho que é uma questão de complemento, e não competição. O LinkedIn está fora do Facebook e nós estamos dentro. Mas o LinkedIn é Coca-Cola, e nós somos Pepsi.

Você quer ser Coca-Cola?

Claro! Um dia...

Mas a competição tem aumentado. Em junho, nasceu o BeKnown, que também está no Facebook.

Não estamos preocupados com eles. Tudo o que fizeram foi nos copiar. Ridículo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.