Joédson Alves|EFE
Joédson Alves|EFE

Pergunte a Meirelles: ministro vai responder dúvidas de internautas nesta quarta

Ministro da Fazenda, que também presidenciável, vai interagir com seus seguidores no Twitter, às 10h30

O Estado de S.Paulo

13 Março 2018 | 15h24

BRASÍLIA - Em mais uma agenda com cara de pré-campanha, o ministro da Fazenda e, também presidenciável Henrique Meirelles, fará nesta quarta-feira, 14, às 10h30, uma interação com o seus internautas por meio do seu perfil no Twitter. Meirelles irá responder a perguntas ao vivo feitas através do microblog pela hashtag #pergunteaomeirelles.

Enquanto não confirma se será candidato à presidência da República, Meirelles tem intensificado viagens pelo País, dado entrevistas diárias a rádios do interior e aumentado a presença nas redes sociais.

Nos últimos dias, o ministro incrementou as postagens em sua conta do Instagram, lançada no fim de fevereiro, onde intercala fotos de eventos dos quais participa com fotos pessoais - ontem, ele postou uma foto com um de seus cachorros no colo. Na rede social, Meirelles se descreve como "otimista com o futuro do Brasil" e diz que está "exercendo atualmente a função de Ministro da Fazenda".

+ Pré-candidatos, Meirelles e Maia usam jatos da FAB

Como mostrou reportagem do 'Estado' publicada na segunda-feira, com menos de 1% nas pesquisas eleitorais, Meirelles passou a dividir a agenda de ministro com a de pré-candidato em busca de popularidade. Desde dezembro, voou 42 vezes com a FAB, em oito ocasiões para fora do eixo Rio-São Paulo.

+ Governo estuda mudar nome do Bolsa Família

Na segunda-feira ele participou de um evento em Cuiabá (MT) e hoje estará em Criciúma (SC) para um evento na associação empresarial do município. Meirelles também participou de cultos da Assembleia de Deus e da formatura de uma turma de engenharia da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP).

Outra estratégia adotada pelo ministro da Fazenda é dar entrevistas a rádios do interior. Desde dezembro, Meirelles concedeu 25 entrevistas a emissoras de 12 Estados. Nas entrevistas, tem feito um discurso de candidato, mas repetido que só tomará a decisão sobre concorrer à Presidência no dia 7 de abril, prazo final para deixar o cargo de ministro da Fazenda. 

Em mais uma agenda com cara de pré-campanha, o ministro da Fazenda e presidenciável Henrique Meirelles faz hoje, às 10h30, uma interação com internautas por meio do Twitter. Meirelles irá responder a perguntas ao vivo feitas através do microblog pela hashtag #pergunteaomeirelles.

Enquanto não confirma se será candidato à presidência da República, Meirelles tem intensificado viagens pelo País, dado entrevistas diárias a rádios do interior e aumentado a presença nas redes sociais.

Nos últimos dias, o ministro incrementou as postagens em sua conta do Instagram, lançada no fim de fevereiro, onde intercala fotos de eventos dos quais participa com fotos pessoais - ontem, ele postou uma foto com um de seus cachorros no colo. Na rede social, Meirelles se descreve como "otimista com o futuro do Brasil" e diz que está "exercendo atualmente a função de Ministro da Fazenda".

Como mostrou reportagem do 'Estado' publicada na segunda-feira, com menos de 1% nas pesquisas eleitorais, Meirelles passou a dividir a agenda de ministro com a de pré-candidato em busca de popularidade. Desde dezembro, voou 42 vezes com a FAB, em oito ocasiões para fora do eixo Rio-São Paulo.

Na segunda-feira ele participou de um evento em Cuiabá (MT) e hoje estará em Criciúma (SC) para um evento na associação empresarial do município. Meirelles também participou de cultos da Assembleia de Deus e da formatura de uma turma de engenharia da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP).

Outra estratégia adotada pelo ministro da Fazenda é dar entrevistas a rádios do interior. Desde dezembro, Meirelles concedeu 25 entrevistas a emissoras de 12 Estados. Nas entrevistas, tem feito um discurso de candidato, mas repetido que só tomará a decisão sobre concorrer à Presidência no dia 7 de abril, prazo final para deixar o cargo de ministro da Fazenda. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.