Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

OAB adia exame e universidades cancelam atividades por causa da greve dos caminhoneiros

Unicamp orientou professores a não aplicar atividades de avaliação e FGV cancelou aulas no interior do Estado

Luis Filipe Santos e Isabela Palhares, O Estado de S.Paulo

25 Maio 2018 | 11h46

SÃO PAULO - A Coordenação Nacional do Exame de Ordem Unificado suspendeu a aplicação do 35º exame da ordem, que seria realizado no domingo, 27. Segundo a entidade, a decisão foi tomada devido à greve dos caminhoneiros, que atrasou a entrega das provas e poderia impedir a chegada dos aplicantes. A nova data ainda não foi anunciada.

Em nota, a coordenação informou que não há condições logísticas para a entrega e aplicação das provas de forma "uniforme, com segurança, sigilo e eficiência em todo o território nacional". "[Resolve suspender o exame] a fim de preservar a segurança e o deslocamento dos examinandos, em razão das manifestações ocorridas nos últimos dias que acarretaram no bloqueio de rodovias estaduais e federais no país", diz a nota. 

O estudante Fernando Carneiro, 23, entende que a decisão de adiar a prova foi correta. No entanto, diz que será prejudicado por mudar o planejamento. “Tenho mil provas na faculdade que foram adiadas por causa da OAB e agora vai ser tudo junto. E com a incerteza da data fica totalmente impossível de fazer planos”, relata Carneiro.

Aulas. A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) enviou um comunicado aos professores orientando a não aplicar atividades de avaliação nesta sexta devido a possibilidade de alguns alunos enfrentarem dificuldades para chegar aos campus. "Solicitamos que cada docente avalie a quantidade de alunos em suas respectivas aulas, e com o público presente desenvolvam atividades que não envolvam novos assuntos", diz a nota da reitoria. 

A universidade também informou que as linhas de ônibus do transporte fretado interno dos campus pode sofrer alterações e funcionar parcialmente nesta sexta. 

A Faculdade Getúlio Vargas também comunicou que todas as atividades desta sexta, 25. e sábado, 26, foram canceladas nas unidades de Campinas, Piracicaba, Americana e Jundiaí "com o objetivo de preservar a comunidade acadêmica".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.