Obama defende valor justo para o yuan

O Estado de S.Paulo

20 de novembro de 2011 | 03h05

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, reiterou a preocupação do seu país sobre a política cambial da China, durante reunião com o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao (foto), realizada na cúpula asiática. A discussão entre os líderes foi dominada por questões econômicas, com foco na valorização da moeda. Segundo autoridades da Casa Branca, o presidente Obama enfatizou a importância da política cambial da China para o mundo e a contribuição adequada que precisa fazer para o yuan ter valor justo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.