Obama defende valor justo para yuan durante cúpula

Bali, 19 - O presidente dos EUA, Barack Obama, reiterou as preocupações americanas sobre a política cambial da China em reunião com o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, que foi realizada durante cúpula asiática, afirmaram funcionários da Casa Branca.

Agencia Estado

19 de novembro de 2011 | 09h11

O conselheiro da Segurança Nacional da Casa Branca, Tom Donilon, afirmou que a discussão dos líderes foi dominada por questões econômicas, em particular a valorização da moeda.

Obama destacou "a importância da política cambial da China para o mundo e a contribuição adequada que precisa fazer em termos de uma política cambial com valor justo", disse Donilon.

Segundo ele, questões relacionadas a práticas de negócios também foram discutidas, sem fornecer mais detalhes.

"O presidente estabeleceu isso o mais diretamente possível com o presidente chinês, Hu Jintao. Isso foi importante, eu acredito, para continuar essa conversação por que, como você sabe, o primeiro-ministro chinês é o principal administrador econômico na China. Obama se reuniu com Hu no fim de semana passada durante uma cúpula econômica no Havaí.

Os funcionários da Casa Branca afirmaram que Wen e Obama acrescentaram a reunião a suas agendas após uma longa conversa durante o jantar na noite anterior e que Wen pediu um tempo adicional para continuar a discussão. As informações são da Dow Jones. (Clarissa Mangueira)

Tudo o que sabemos sobre:
ObamaChinayuan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.