Obama deve direcionar US$ 15 bilhões do pacote a estados

O presidente Barack Obama, em sua batalha para manter a economia dos Estados Unidos nos trilhos, deve dar aos americanos uma ideia do próximo orçamento nacional, um documento que deverá sinalizar os esforços do governo em reduzir o déficit federal pela metade em quatro anos. Em encontro com governadores, Obama disse que sua administração iria dar US$ 15 bilhões do pacote de estímulo de US$ 787 bilhões para ajudar os estados a cobrir gastos com o programa de saúde nacional aos pobres, o Medicaid. A recessão tem provocado um impacto gigantesco nas contas dos estados. Reguladores federais, por sua vez, disseram que irão injetar capital novo nas instituições financeiras a partir de quarta-feira. Várias agências reguladoras divulgaram um relato sobre as preocupações de que alguns dos maiores bancos americanos possam precisar de ajuda adicional para sobreviver à pior crise financeira desde os anos 30. O documento não especificou o nome de nenhum banco tampouco citou o fato de que o governo estaria considerando aumentar a participação no Citigroup. As informações são da Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.