-15%

E-Investidor: como a queda do PIB afeta o mercado financeiro

Obama divulgará proposta anticrise em 15 dias, diz Geithner

Segundo secretário, propostas sobre regulação do sistema financeiro serão relativamente detalhadas

Agência Estado,

12 de março de 2009 | 14h54

O governo Obama divulgará publicamente "propostas concretas relativamente detalhadas" sobre como planeja revisar a regulação do sistema financeiro dentro de duas semanas, disse o secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner. Ele afirmou a um painel do Senado que, da maneira como as coisas estão, o governo federal não teria autoridade de evitar uma situação similar à da seguradora American International Group Inc. (AIG), onde os contribuintes têm gastado bilhões de dólares para impulsionar uma empresa que muitos consideram como muito grande para quebrar. Mas Geithner disse que o governo estava comprometido com uma reformulação completa do sistema regulatório financeiro e informou que as propostas serão divulgadas publicamente antes do depoimento dele perante um painel da Câmara, em 26 de março. Veja Também:De olho nos sintomas da crise econômica Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise  Havia a expectativa de que o governo gostaria de divulgar o plano regulatório financeiro antes da viagem de Obama a Londres para o encontro do G-20, em 2 de abril. Mas nos últimos dias, surgiram especulações de que apenas uma estrutura ampla estará pronta até lá, e não propostas detalhadas. O comentário de Geithner parece indicar que um plano mais robusto estará pronto antes do encontro do G-20. Ele disse que a meta da nova estrutura regulatória seria um exame minucioso significativamente maior em grandes instituições como AIG e outras. "Temos que começar assegurando que instituições que representam riscos potenciais ao sistema no contexto de choques como esse tenham forte supervisão", disse Geithner. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Timothy GeithnerBarack Obamacrise

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.