Obama lança pacote de US$ 33 bi para gerar empregos

Como parte de seu plano para aumentar a geração de empregos no país, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, propôs ontem um incentivo fiscal de US$ 33 bilhões para pequenas empresas que contratarem mais funcionários ou aumentarem seus salários.

AE, Agencia Estado

30 Janeiro 2010 | 09h06

O programa tem como objetivo incentivar contratações com a redução de impostos sobre a folha de pagamentos. O governo Obama está comparando a medida ao "cash for clunkers", programa que dava crédito fiscal para quem trocasse um carro velho por um automóvel novo e menos poluente.

Empresas receberiam US$ 5 mil por funcionário contratado, com um limite de US$ 500 mil por companhia. "A economia está crescendo, mas a criação de empregos está devagar", disse Obama, em discurso em uma fábrica em Baltimore.

O Congresso ainda precisa aprovar a medida e os recursos poderiam vir do pacote de estímulo aprovado no ano passado. O desemprego, que voltou para os 10% nos EUA nesta semana, é a principal preocupação do eleitor americano e está derrubando a popularidade de Obama. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
emprego pacote Obama EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.