Obama propõe mais medidas para geração de empregos

Presidente dos EUA diz que pretende fazer isso com parte dos US$ 200 bilhões do plano de socorro a bancos

EFE,

08 de dezembro de 2009 | 14h47

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ampliou hoje as medidas de estímulo econômico ao anunciar mais investimentos em infraestrutura e isenções fiscais, graças ao fato de o programa de resgate financeiro ter custado menos que o previsto.

VEJA TAMBÉM:
Jovens dos EUA ficam mais conservadores

Em discurso na Brookings Institution, Obama disse que pretende "acelerar a criação de emprego" com parte dos US$ 200 bilhões que serão poupados no plano de socorro aosistema financeiro.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Obamaeconomiamedidasempregos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.