Obama quer estimular geração de empregos nos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou hoje, durante discurso na Brookings Institution, que pretende reduzir o Programa de Alívio de Ativos Problemáticos (Tarp) e utilizar parte dos recursos do programa para estimular a geração de empregos no país. "Nós vamos reduzir o Tarp, o fundo criado para estabilizar o sistema financeiro de forma a permitir que os bancos voltassem a emprestar", afirmou Obama. "Hoje, o Tarp já cumpriu o seu propósito original a um custo muito menor do que esperávamos."

GUSTAVO NICOLETTA, Agencia Estado

08 de dezembro de 2009 | 16h04

A Casa Branca estima que o custo do programa no longo prazo será US$ 200 bilhões menor que o previsto há alguns meses, devido principalmente ao fato de os bancos que receberam empréstimos do governo estarem devolvendo a maior parte dos recursos.

Documentos distribuídos pela Casa Branca durante o discurso de Obama afirmam que, desde o início da administração atual, apenas US$ 7 bilhões em recursos do Tarp foram concedidos aos bancos O valor é menor que o previsto, o que permitirá ao governo pagar o déficit com mais rapidez e investir os fundos que seriam dirigidos aos bancos na criação de empregos.

Alguns integrantes do Partido Republicano afirmam que utilizar os recursos do Tarp em programas que não sejam direcionados ao resgate das instituições financeiras seria ilegal. Além disso, o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, disse que a legislação que rege o programa é "bastante restrita" em relação aos modos como os recursos podem ser utilizados.

Ainda assim, a administração Obama acredita que pode haver formas para utilizar os recursos do Tarp para aquecer o mercado de trabalho e seguir o objetivo original do programa. Propostas que não se encaixarem nas premissas do programa utilizarão outras fontes de recurso, segundo Gibbs. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
empregoObamaTarp

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.