-15%

E-Investidor: como a queda do PIB afeta o mercado financeiro

Obama quer impedir AIG de pagar bônus a executivos

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, instruiu o secretário do Tesouro, Timothy Geithner, a explorar todas as formas legais para bloquear o pagamento de US$ 165 milhões em bônus aos executivos da seguradora American International Group (AIG).

ANA CONCEIÇÃO, Agencia Estado

16 de março de 2009 | 14h32

Notícia do Wall Street Journal publicada ontem diz que a seguradora pagará US$ 450 milhões em bônus a seus funcionários da unidade de produtos financeiros, uma das principais responsáveis pelo quase colapso da companhia, que utilizou US$ 173,3 bilhões do governo norte-americano para continuar funcionando até o momento.

Edward Liddy, executivo-chefe da AIG, considerou o pagamento dos bônus "desagradável", mas disse que a seguradora é obrigada por contrato a fazê-los.

"Essa é uma corporação que se encontra em dificuldades financeiras devido à imprudência e à ganância", disse Obama durante discurso sobre a retomada do crédito para pequenas empresas atingidas pela crise, que foi divulgado depois pela Casa Branca. "Sob tais circunstâncias, é difícil entender como operadores de derivativos justificam qualquer tipo de bônus, e muito menos US$ 165 milhões em pagamentos extras. Como eles justificam esse escândalo para os contribuintes que estão mantendo a empresa viva?", questionou o presidente.

"Nos últimos seis meses, a AIG recebeu somas substanciais do Tesouro dos EUA", diz a declaração de Obama. "Pedi ao secretário Geithner para perseguir todos os modos legais para bloquear esses bônus", diz a declaração. "Não é apenas uma questão de dólares e centavos. É sobre nossos valores fundamentais", disse o presidente norte-americano. "Em todo o país há pessoas que trabalham duro e cumprem suas responsabilidades todos os dias, sem o benefício de pacotes de socorro do governo ou bônus multimilionários. E todas as pessoas querem que todos, na economia real, no mercado financeiro e em Washington, joguem sob as mesmas regras". As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ObamaAIGbônus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.