coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Obama tentará ampliar pagamento de hora extra

O presidente dos EUA, Barack Obama, deve pedir uma mudança de regra na quinta-feira que exigirá aos empregadores pagarem hora extra a um maior número de trabalhadores assalariados, segundo duas pessoas com conhecimento do assunto.

AE, Agencia Estado

12 de março de 2014 | 01h41

Atualmente, muitos empresários não pagam hora extra a determinados trabalhadores se eles ganham mais de US$ 455 por semana, um nível que foi estabelecido em 2004 e alcança US$ 24.000 por ano. A Casa Branca deve direcionar o Departamento do Trabalho para elevar esse limite, mas ainda não está claro de quanto será o aumento.

Recentemente, Ross Eisenbrey, vice-presidente do liberal Instituto de Política Econômica, e Jared Bernstein, um ex-economista da Casa Branca, propuseram aumentar o limite para US$ 984 por semana, equivalente a US$ 50.000 por ano. "Isso significaria que entre cinco e dez milhões de pessoas seriam afetadas, mas eles podem escolher um número menor", disse Eisenbrey. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Euatrabalho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.