Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
AFP
AFP

Obra de ferrovia em Londres escava três mil esqueletos da grande peste de 1665

Maior obra de infraestrutura da Europa atualmente permite descoberta de sítio arqueológico na futura estação central de Liverpool Street

EFE, LONDRES

10 de março de 2015 | 12h32


Um grupo de arqueólogos começou a desenterrar nesta terça-feira, 10, mais de 3 mil esqueletos de vítimas da grande peste que dizimou a população de Londres em 1665 e que permanecem em uma vala comum perto da estação central de trem de Liverpool Street.

Os esqueletos foram descobertos durantes as obras de construção do projeto do Crossrail, a nova linha de transporte subterrâneo na capital britânica que unirá Reading, na região oeste, a Shenfield e Abbey Wood, a leste.

O trem urbano que cruzará Londres é considerado o maior projeto de infraestrutura da Europa atualmente.

Um equipe de 60 arqueólogos vão trabalhar em turnos nos próximos meses para recolher todos os esqueletos e recolher evidências do que poderia ser o cemitério mais importante do século XVI e XVII encontrado em Londres.


A escavação explora dois mil anos de história sob a estação de Liverpool Street, onde se encontra também as ruínas de Bedlam, uma estrada da época do império romano e o leito de um rio desaparecido em Walbrook.

A escavação é coordenada pelo museu de arqueologia de Londres e acompanha os trabalhos de construção do projeto do Crossrail.

Nas obras do projeto executado por várias empresas espanholas foram enconrados até hoje mais de 10 mil artefatos históricos em 40 locais diferentes, no mais importante achado arqueológico do Reino Unido nos últimos anos.


Tudo o que sabemos sobre:
ARQUEOLOGIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.