Ocupação de voos domésticos é recorde

A taxa de ocupação dos voos domésticos bateu recorde em julho ao atingir 79,45%, nível mais elevado para o mês desde 2000, quando iniciou a série histórica da Anac. Os aviões mais cheios são resultado de uma política de contenção da oferta adotada pelas companhias aéreas.

O Estado de S.Paulo

28 de agosto de 2012 | 03h02

Em julho, a TAM e a Gol lideraram o mercado doméstico com participação de 41,87% e de 32,95%, respectivamente, seguidas pela Azul (10,03%). A fatia das demais empresas nesse segmento apresentou crescimento de 21,35%, subindo de 20,75% em julho de 2011 para 25,19% agora.

Diferentemente do segmento doméstico, no internacional a demanda recuou em julho. A queda foi de 2,33% na procura por voos para outros países enquanto a oferta foi 1,34% inferior à de igual mês de 2012. / G.G.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.