Odebrecht disputará pelo menos 4 lotes no leilão de rodovias

Para executivo do grupo, trecho da Rodovia Fernão Dias deve ser o mais "cobiçado" do leilão

Leonardo Goy, da Agência Estado,

09 de outubro de 2007 | 11h21

A construtora Odebrecht deve entrar na disputa de pelo menos quatro lotes no leilão de rodovias federais marcado para esta terça-feira, 9, às 14h, na sede da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Segundo um executivo do grupo, a Odebrecht deve fazer proposta, por exemplo, para a Rodovia Fernão Dias, que liga São Paulo a Belo Horizonte. Na opinião dele, aliás, essa deve ser a estrada mais "cobiçada" pelos participantes do leilão. Veja também: No leilão de rodovias, vence quem oferecer pedágio menor A concessão de rodovias federais   Conforme essa fonte, a Odebrecht deve entrar sozinha na disputa, sem formar consórcios. A empresa já foi sócia da Camargo Corrêa e da Andrade Gutierrez na CCR, que administra concessões como as das rodovias Presidente Dutra e Bandeirantes.

Tudo o que sabemos sobre:
Leilão de rodoviasOdebrecht

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.