Oferta de compra de ação da Arcelor Brasil fica em R$ 51,27

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgou as exigências finais formuladas por sua área técnica com relação à oferta pública de compra de ações (OPA) da Arcelor Brasil. Segundo o documento, a autarquia entendeu que a OPA brasileira deve ser de 4,57 euros por ação, no que se refere à parcela em dinheiro, e de 0,3942 papéis da controladora Mittal, no que tange à fatia em ações.Assim, o preço total estimado por ações da Arcelor Brasil fica em R$ 51,27, equivalente a um prêmio de 21% em relação ao valor atual de mercado das ações da Arcelor Brasil, que fecharam na segunda-feira cotadas a R$ 42,35 a unidade.A autarquia detalhou que a projeção de preço considera: "(a) a cotação de fechamento das ações de Mittal em 09.02.2007; e (b) os ajustes decorrentes do pagamento dos dividendos anunciados pela Mittal, conforme acima referido, e pela Arcelor Brasil S.A., em 15.12.2006". Tal estimativa, pondera a CVM, ainda não está ajustada pelo acréscimo decorrente da atualização da parcela em dinheiro.A autarquia afirmou ainda que, tratando-se de OPA obrigatória, não se admite limitação de adesão por critério de residência dos investidores, a menos que haja oferta alternativa, apenas em dinheiro, que assegure ao menos o tratamento igualitário à OPA com permuta de ações, isto é, quantia em dinheiro que equivalha ao preço da OPA com permuta realizada no Brasil na data de sua liquidação.As exigências finais, conforme o aviso, deverão ser atendidas até o dia 27 de fevereiro deste ano.Mais cedo, a CVM havia divulgado outros valores, mas retificou o preço, argumento ter verificado a "existência de erro material nos cálculos que levaram à apuração dos valores mencionados no comunicado relativo à Oferta Pública de Aquisição de Ações (OPA) de emissão de Arcelor Brasil S.A.".Em razão do equívoco, a CVM solicitou o adiamento da abertura dos negócios com os papéis da companhia - que foram liberados a partir das 13 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.